Escola Básica Barbosa du Bocage (Setúbal)

Escalão: 2º Escalão

Gaivota-de-patas-amarelas e Papoilas vermelhas

Idade:

12-16

Memória Descritiva:

Este desafio foi realizado por 5 alunos com necessidades específicas (idades compreendidas entre os 12 e os 16 anos) que frequentam a Unidade de Apoio Especializado/Centro de Apoio à Aprendizagem. A atividade foi realizada com supervisão de uma docente e de uma assistente operacional que auxiliaram os alunos a cortar e a colar os retalhos, uma vez que apresentam dificuldades acentuadas ao nível da motricidade fina. As duas espécies [Gaivota-de-Patas-Amarelas (Larus michahellis) e papoilas vermelhas (Papaver rhoeas)] foram escolhidas pelos alunos. Procedeu-se a uma seleção de espécies que existem ou frequentam o espaço escolar e os alunos selecionaram as duas que mais gostavam. Posteriormente, reuniram-se têxteis em fim de vida – t´shirts (branca, preta e laranja/avermelhada), boxers pretos, lãs de várias tonalidades verdes, restos de trapilho (preto e cor-de-laranja). Como os nossos alunos apresentam necessidades complexas ao nível da comunicação, participação social e autonomia resolvemos simplificar a atividade, com o objetivo de terem uma participação mais ativa no desafio, auxiliando-os apenas nas tarefas que exigem maior precisão e orientação (recorte e colagem). Imprimiram-se moldes de papoilas (com tamanhos distintos) e uma gaivota-de-patas-amarelas, colocaram-se os moldes por cima das t´shirts e auxiliámo-los a contornar as imagens recorrendo a uma caneta de feltro. Posteriormente, foram recortados os tecidos de maiores dimensões que se colaram numa folha de papel cavalinho A3. De seguida, executámos os pormenores de cada uma das espécies – cortámos os pedaços de trapilho preto e amarelo que utilizámos para recriar o gineceu e o androceu da papoila; lã verde para efetuar o seu caule e colámos os diferentes elementos no local pretendido. Em relação à gaivota, procedemos da mesma forma, recortou-se um pouco de tecido preto para os olhos e para a cauda, trapilho cor-de-laranja para o bico e para as patas; lã verde escura – contorno do olho; lã verde escura e mais clara, para simular a erva/relvado de uma forma mais rudimentar. Recorreu-se a cola UHU líquida, uma vez que estão familiarizados com a mesma. No final, ficaram muito felizes com o resultado alcançado, verificando se todos os constituintes estavam devidamente colados. Os trabalhos serão expostos na Unidade de Apoio Especializado, para que possam ser contemplados por todos aqueles que estavam em contexto de sala de aula com a turma e não puderam participar na concretização do desafio!